Gestão de Redes de Franquias

O que é

A utilização do franchising como forma de expansão atribuiu uma condição  inigualável para o crescimento exponencial dos negócios e potencialização do valor da marca.  Com o franchising o empresário dono da marca pode replicar o seu modelo de negócio utilizando diferentes formatos e conceitos, para diferentes mercados e diferentes públicos, permitindo uma maior proximidade com os consumidores de seus produtos, garantindo assim uma maior lembrança da marca na mente de seu público alvo.

Como Fazemos

Estrutura da Gestão de Redes de Franquias

Quanto a Estrutura Organizacional é importante ressaltar que a  gestão de uma  Rede de franquias   exige Estrutura  dedicada com as áreas muito bem definidas e com os Processos devidamente mapeados e formalizados, para que a empresa consiga  atender as demandas de suporte da  rede de franquias.  Os profissionais responsáveis pela Gestão da Rede devem receber capacitação quanto ao modelo de negócio formatado e os detalhes da operação, e devem ter formação e experiência alinhada com a cultura e a essência do franchising, e, a partir desse conhecimento utilizarem as ferramentas de gestão disponíveis para apoiar e orientar os franqueados no desenvolvimento e operação com excelência de sua unidade. 

A tecnologia tem uma função importante e hoje quase que vital para a gestão da rede, só com dados e informações precisas  é possível desenvolver indicadores de performance e acompanhar com maior  precisão  os resultados da rede.  A tecnologia deve suportar todos os processos de gestão tanto pelo franqueado em sua unidade, como pela  franqueadora no processo de gestão da rede.

Os processos e as Ferramentas de Gestão da Rede de Franquias

Um rede de franquias de sucesso é aquela onde os franqueados,  engajados com a marca,  conseguem atingir os resultados projetados e a remuneração do seu capital investido no negócio, e,  para que esse  processo aconteça a franqueadora precisa estar junto envolvida com o sucesso do franqueado, fomentando ações para  melhoria de resultados,  por meio de orientações assertivas em  marketing, finanças e vendas, além de programas de  capacitação continuada  aos franqueados e sua equipe em todos os aspectos que envolve a operação da franquia.

Os manuais como ferramenta de Gestão de Rede de Franquias

Manuais são bem vindos e todas as redes utilizam, porém se não retratarem a realidade do dia a dia da operação do franqueado  e não passarem por constante atualizações, terão  pouca utilidade para os franqueados. No processo de gestão da rede de franquias os manuais retratam a materialização da transferência de know how. Fazer com que os franqueados utilizem essa ferramenta é um desafio, por isso o hábito deve ser incentivado pelos consultores de negócios, e os franqueados devem enxergar os benefícios que eles proporcionam. Uma função importante  dos manuais é ser utilizado como um instrumento de treinamento para a equipe no dia-a-dia da operação.

Devem estar disponíveis  e de fácil acesso, preferencialmente de forma digital para que cumpra sua utilidade no momento da necessidade.

A Consultoria de Negócios e os programas de capacitação como instrumentos de Gestão da Rede de Franquias

Uma forma de fazer esse acompanhamento de perto é  por meio da Consultoria de Campo ou de Negócios, uma das áreas  que compõe a estrutura organizacional  da franqueadora, com profissionais dedicados à prestar serviços para os franqueados da rede, com um objetivo claro de apoia-los para  que obtenham os resultados projetados,  utilizando ferramentas digitais, para acompanhamento da performance  em tempo real.  Aqui a tecnologia é imprescindível para fornecer dados e relatórios gerenciais da unidade que possibilite  a ação da consultoria tanto preventiva como corretiva. 

Além da consultoria de negócios, a área de capacitação complementa esse suporte, a partir das deficiências detectadas na rede, os próprios  consultores de negócios e  os profissionais de capacitação atuam para correção desses pontos.

Tanto a consultoria de negócio como a área de capacitação devem  trabalhar  com um plano de ação estruturado e personalizado  com base nas necessidades dos franqueados,  não vale o mesmo remédio para dores diferentes. De acordo com o estágio  de desenvolvimento de cada franqueado serão  estruturados serviços para  elevar  a  sua maturidade  do parceiro como empreendedor e responsável pelos resultados da  unidade sob seu comando. Serviços padronizados e genéricos não surtirão os efeitos necessários.

Geralmente os franqueados recebem um treinamento antes de iniciar a operação da franquia, porém só esse momento não é o suficiente para mantê-lo alinhado e orientado para a execução das atividades do dia a dia da operação, o processo de capacitação deve ser contínuo, com programas também  direcionados para a equipe do franqueado.s

E a comunicação qual o seu papel na gestão da rede de franquias?

A comunicação entre franqueado e franqueador deve ser fluída, com tempo de resposta que atenda aos anseios e as reivindicações da rede e da franqueadora. Um bom sistema de comunicação, pressupõe  um canal aberto e definido para o relacionamento com a rede e utilizado com  total transparência por todos.

SAF – Serviço de Atendimento ao Franqueado

Estruturação das ferramentas de suporte que contribuem para o aperfeiçoamento de processos de comunicação e relacionamento com a rede franqueada. O modelo é utilizado por algumas redes de franquias e devem cumprir a missão de ser efetivamente um canal eficaz para que os franqueados façam suas reivindicações ou reclamações. Ele pressupõe um regulamento interno, com prazos de direcionamento e atendimento das solicitações dos franqueados definidos e também um controle de qualidade do atendimento das demandas.

O SAF utiliza ferramentas para controlar demandas da rede, permitindo às franqueadoras sistematizar as respostas, controlar prazos de atendimento e oferecer um canal aberto para os franqueados para atendimento de demandas pontuais. É um canal importante que deve ser muito bem estruturado para a manutenção de um relacionamento saudável e colaborativo com a rede.

Por quê

Superação dos desafios na Gestão de redes de franquias

O grande desafio para as empresas franqueadoras e sustentar a  rede de franquias ao longo do tempo, com franqueados engajados, sendo remunerados pela sua dedicação à marca e contribuindo com o sucesso do sistema como um todo. Praticar uma boa gestão levando em consideração todos os aspectos  aqui citados  é o caminho e a garantia para a sustentação do negócio de franquia.

RESULTADOS ALCANÇADOS

Materialização dos resultados e o poder do franchising se revelam

Com uma estruturação da gestão da rede, todos os atributos positivos do franchising passam a ser materializados em resultados para a rede e para a marca, pois passam a ser conduzidos por um bom sistema de Gestão de Redes de Franquias. Isso transcende ao processo de formatação de uma marca para expansão com franquias.

O sistema de gestão da rede traz benefícios imediatos pois de um bom  sistema de Gestão de Redes de Franquias é proporcional ao nível de organização e de estruturação da empresa franqueadora, o que deve está sustentada nos  quatro pilares de sucesso para  qualquer tipo de organização : A Estrutura Organizacional da franqueadora, os Processos,  a Tecnologia aportada  e a competências dos profissionais responsáveis pela gestão da rede.

Conheça todos os nossos Serviços