Estruturação da Franqueadora

O que é

Estruturação da Empresa Franqueadora é o que vai definir quais serão as atividades desempenhadas pela franqueadora e como elas serão desenvolvidas, divididas, organizadas e coordenadas na franqueadora. Ela deve respeitar os estágios de desenvolvimento da rede e com foco muito claro em entregar ao franqueado o que foi acordado e fazer com que a rede seja sustentável ao longo do tempo.

A necessidade de excelência na gestão das redes de franquia não é diferente do que acontece nos negócios de uma maneira geral. O que muda são as consequências geradas pela excelência ou pela falta dela em função da existência da figura do franqueado.

O universo dos negócios de franquias no Brasil é formado por empresas franqueadoras, em sua  maioria,  de pequeno e médios portes, e muitas iniciaram a expansão com franquias de forma não muito estruturada, sem processos claros e com pouca tecnologia e competências aportadas para a gestão da rede.  

Muitos ainda precisam se estruturarem em relação ao modelo organizacional; processos; sistema de informação; gestão e capacitação de pessoas; administração de custos e de fluxo de caixa; contabilidade gerencial; entre outros. O processo de estruturação (ou reestruturação da franqueadora) busca sanar esse problema.

Como Fazemos

A estruturação foca em ter os processos bem definidos e com pessoas com competências alinhadas com os objetivos de resultado e com o propósito da marca para então proporcionar alta performance nas redes de franquias.

Todo o trabalho leva em conta o modelo de negócios a ser replicado, a proposta de valor oferecida aos franqueados e a principal atividade da franqueadora – transferir o know-how e contribuir com o desenvolvimento da rede.

O trabalho de estruturação da franqueadora, gestora da rede, deve passar por:

  • Definição da estrutura organizacional das áreas, cargos e funções;
  • Definição dos processos de cada área;
  • Definição clara do Suporte aos Franqueados;
  • Estruturação dos treinamentos iniciais para os franqueados e para equipe da franqueadora;
  • Estruturação da consultoria de negócios e de campo;
  • Definição das metas e KPI’s das áreas;
  • Apoio na contratação da equipe inicial

Por quê

Uma empresa que vai atuar no franchising deve começar estruturada, com seus processos, sistemas e ferramentas bem definidos, além das pessoas devidamente capacitadas nas atividades inerentes a cada cargo. A estas empresas não é permitido aprender com os erros. Achar que pode ir arrumando a casa ao longo do tempo é um grande equívoco e um risco para a marca.

A gestão eficaz de uma rede de franquias deve estar fundamentada em diretrizes bem definidas com base em critérios técnicos e condizentes para a obtenção dos resultados projetados, o que vai depender fundamentalmente de três pilares: Estrutura Organizacional, Pessoas, Processos e Tecnologia. O peso destes aspectos é muito maior no franchising face as implicações com os empreendedores que investirão na marca.

RESULTADOS ALCANÇADOS

A empresa passa a ter uma base sólida para gerar os resultados, crescer e se sustentar no mercado ao longo dos anos. A administração do negócio fica mais clara, pois passa a contar com profissionais qualificados, que trabalham em um ambiente adequado, com recursos necessários, como, sistemas, processos e ferramentas e, todos esses recursos devidamente alocados em uma estrutura organizacional claramente bem definida e formalizada.

Conheça todos os nossos Serviços