Descubra qual é a melhor forma de fazer a expansão de franquias

Descubra qual é a melhor forma de fazer a expansão de franquias

A expansão de franquias é sinônimo de crescimento, ganho de escala e de que você está a um passo de alcançar novos públicos e mercados. São vários benefícios, porém, não é algo simples, afinal, expandir exige alguns esforços para que aconteça da melhor maneira. E é justamente sobre isso que vamos falar neste artigo. Então, siga a leitura com a gente e fique por dentro de tudo sobre esse assunto!

O que é franquia?

A franquia é um modelo de expansão de negócios em que o proprietário de uma marca fornece direito de uso da marca da sua empresa a um investidor, que por sua vez pode replicá-la em território pré determinado e seguindo padrões e regras fornecidos pela franqueadora, o que obrigatoriamente acontece por meio da transferência do know-how do franqueador para o franqueado. Além disso, o franqueado em contrapartida, paga taxas como royalties e fundo de propaganda por exemplo. A sua principal característica é que a franquia siga sempre um padrão estabelecido pela franqueadora - em seus processos e forma de atuação no mercado para manter a consistência da marca e percepção unificada para o mercado consumidor.

O que é expansão de franquias?

A expansão de franquias trata-se de dar aos investidores a concessão do direito de replicarem a sua marca. Isso significa que o franqueador (dono da marca) por meio de um contrato (regulamentado por lei específica)  estabelece por exemplo, território de atuação, obrigatoriedades de pagamentos, suporte oferecido, listagem de franqueados e ex-franqueados, entre outros. Ainda no processo de expansão, o franqueado recebe o direito de poder explorar os recursos e estruturas da marca em sua unidade.

Quais são os modelos de franquias

Conheça alguns dos tipos de contratos existentes em franquias, além de modelos e formatos de negócios. Alguns dos contratos de franquias que podem ser estabelecidos são: unitária, master, de desenvolvimento de área. Há ainda diferentes formatos e modelos como micro franquia, shop in shop, de conversão, combinada e social. Confira um breve resumo sobre eles na sequência.  

Franquia unitária

Na franquia unitária há a permissão para abrir uma unidade, mas é o franqueador (dono da marca) que determina o território onde ela poderá ser instalada e ainda faz a aprovação do ponto comercial.  

Franquia Master

A franquia master é quando há a concessão do direito de representar uma marca em determinada região, e ainda de subfranquear a marca explorando ainda mais o potencial da região - sendo o responsável por selecionar e dar o suporte à rede e, por consequência, recebe também um percentual do valor dos royalties e taxas do sistema.  

Franquia de desenvolvimento de área

Nesse modelo de contrato de franquia também há uma pessoa responsável por determinada região, mas o seu foco é o comprometimento com o recrutamento de novos candidatos à franquia, nesse modelo os contratos são firmados diretamente com a franqueadora, não sendo permitido ao desenvolvedor subfranquear a marca.   E um fato interessante sobre o franchising é que o setor permite a inovação nos modelos e formatos de negócios. Assim, as marcas conseguem atrair diferentes tipos de investidores, com diferentes pefis de investimento. A inovação constante é uma das premissas para as marcas que desejam se manter relevantes no mercado.  

Microfranquia

A microfranquia tem como sua característica investimentos de até  R$ 105 mil. No entanto, exige assim como uma franquia de maior porte, dedicação do franqueado à operação. Muitas vezes, na microfranquia, o franqueado acumula funções e pode atuar desde em funções administrativas, quanto no papel do comercial, operação etc. Para a franqueadora, é uma forma de criar um modelo de menor investimento e capaz de atrair mais investidores.  

Shop in shop

A franquia shop in shop é um modelo em que a franquia pode ser implantada dentro de operações já estabelecidas como lojas, universidades, supermercados. A unidade acaba se beneficiando do fluxo do público que já frequenta o local para gerar receita.  

Franquia de conversão

A franquia de conversão acontece quando uma operação geralmente de uma marca independente "se converte" para a marca do franqueador. Ela recebe um novo padrão de marca e arquitetônico, para se enquadrar no modelo de franquia do franqueador.  

Franquia combinada

Nessa franquia o empresário aproveita o espaço de um único ponto comercial para explorar duas ou mais marcas franqueadas.  

Franquia social

A franquia social tem como característica a de se beneficiar de todo o modelo do franchising, suas técnicas e legislação para expandir projetos sociais.  

Benefícios da expansão de franquias

A expansão de franquias apresenta diversos benefícios, como aumento na velocidade de crescimento, menores riscos para o franqueado, sem investimento em implantação de lojas para o dono da marca, cooperação da rede para inovação e renovação dos negócios, estruturação do crescimento. Abaixo, explicamos melhor cada um desses benefícios. Acompanhe!  

Aumento na velocidade de expansão

A expansão de um negócio acontece muito mais rápido com as franquias, assim, você tem a chance de assumir um cargo de liderança antes mesmo que outros investidores ocupem o seu espaço.  

Eliminação de riscos

Como o franqueado fica responsável por assumir compromisso com o investimento das novas unidades, realizando o pagamento de equipamentos, materiais e recursos humanos, os riscos são menores nesse modelo de negócio. Além do mais, o franqueado também assume responsabilidade sobre o capital de giro que é preciso para estabelecer o negócio e pelas situações que ocorrem dentro da unidade.  

Redução da equipe e facilidade de supervisão

As franquias também possibilitam que os negócios operem com uma equipe mais reduzida, logo, com custos reduzidos. Além do mais, o franqueador não tem responsabilidades com a gestão diária das unidades, então, se um colaborador faltar ao trabalho, é o franqueado que resolve essa situação.  

Como realizar um plano de expansão de franquias

Agora é hora de colocar a mão na massa e começar a entender como é feito, na prática, um plano para expandir franquias.   

Faça um plano de expansão que é viável financeiramente

Expandir franquias exige que todo o plano seja viável financeiramente, ou seja, que você faça um orçamento prevendo todos os gastos de abrir novas unidades, para não acabar no prejuízo. Então, considere alguns pontos como:
  • prestação de suporte;
  • contrato com fornecedores;
  • treinamento de franqueados;
  • valores gastos com jurídicos.

Conheça os instrumentos jurídicos necessários para a expansão de franquia

Ter uma base jurídica é fundamental para começar a investir na expansão de franquias, porque esse mercado é regulado pela Lei 13.966/19, que determina direcionamentos bem específicos sobre como atuar em formato de franquia. Essa lei também estabelece uma base para o relacionamento entre franqueador e franqueado, esclarecendo quais são os direitos e obrigações dos dois lados.  

Aperfeiçoe a sua capacidade de transmissão de know-how

Uma forte característica da expansão de franquias é a padronização das unidades de uma rede, que faz todos os clientes imaginarem qual é a mágica que acontece para que todos os lugares, mesmo em locais diferentes, ofereçam a mesma qualidade no serviço e nos produtos. A “mágica” nada mais é do que o know-how criado pela marca, ou seja, o método de produção, de gestão, de atendimento e de operação. Então, invista no desenvolvimento e repasse do know-how em seu plano de expandir franquias.  

Conte com bons canais de comunicação para franqueados

Uma boa comunicação, clara e assertiva, é a chave para fazer a sua rede de franquias ter sucesso. E essa boa comunicação é uma via de mão dupla, ou seja, precisa acontecer tanto por parte do franqueador, como por parte do franqueado, além de ser feita com colaboradores e fornecedores.  

Capacite constantemente os franqueados

Um dos principais pontos da expansão de franquias é manter o padrão da marca. E para isso, a capacitação constante dos franqueados é fundamental. Essa capacitação pode ser presencial e imersiva, como pode ser repassado através de um manual em que o franqueado poderá recorrer sempre que precisar.  

Incentive seus franqueados a estudarem seus mercados de atuação

Incentivar os seus franqueados a estudar o mercado de atuação em que a franquia está inserida é ótimo para que eles consigam analisar melhor a concorrência e entender com mais profundidade o público-alvo da franquia. Isso não só traz benefícios para a hora do atendimento, como também pode auxiliar o time de Marketing a criar campanhas mais segmentadas.  

Acompanhe o bem-estar das unidades da rede

Acompanhar o bem-estar das unidades da rede é um passo importante antes de começar a sua expansão. Isso porque você deve priorizar resolver problemas frequentes ao iniciar a abertura de novas unidades. E aí, gostou do conteúdo? Entre em contato com a gente e saiba mais sobre internacionalização de franquias!  

Conclusão

Neste artigo, explicamos que a expansão de franquias trata-se de dar aos investidores a concessão do direito de replicarem a sua marca. Os benefícios dessa prática envolvem o aumento na velocidade de expansão, mitigação de riscos e mais facilidade na supervisão das operações. E mostramos que para que isto aconteça na prática, você precisa realizar um plano para expandir a sua franquia. E para dar início a esse plano, basta seguir as dicas que passamos, que vão desde fazer um plano viável financeiramente até aperfeiçoar a sua capacidade de transmissão de know-how! Quer mais dicas para fazer a sua empresa crescer? Então venha conferir nosso artigo especial sobre esse tema clicando aqui.

Atualize-se

Fale conosco!

Recentes