Entenda o que é um modelo de negócio

Entenda o que é um modelo de negócio

Nós podemos definir o que é um modelo de negócio dizendo que se trata da forma como a sua empresa realiza ações para criar e entregar valor aos seus clientes.

Às vezes as empresas ficam presas a modelos ultrapassados e acabam perdendo espaço no mercado, pois enquanto elas pensam nas coisas “como sempre foram” outras estão buscando se manter inovadoras e com vistas a serem relevantes nos próximos anos que virão. 

O grande desafio disso tudo é criar modelos inusitados e inovadores para continuar capturando e gerando valor para os seus consumidores.

E para tornar mais clara a resposta sobre o que é um modelo de negócio, nós preparamos esse artigo, explicando também como estruturá-lo, os seus objetivos, tipos e importância para as empresas.

Então, siga conosco, pois a seguir falamos sobre o assunto e explicamos a melhor forma de implementar ou avaliar o seu modelo de negócio!

O que é um modelo de negócio

 O que é um modelo de negócio?

 

O modelo de negócio é a forma como as empresas criam, capturam, entregam valor aos seus clientes.

 

E quem é gestor sabe que uma das decisões mais importantes da empresa diz respeito à escolha do modelo de negócio.

 

Então, de forma geral, o modelo de negócios envolve todas as etapas que fazem parte da estrutura das organizações, mas sempre partindo do ponto de vista dos segmentos de clientes que deseja atender. 

 

Portanto, um modelo de negócio deve se manter vivo, sendo revisado e repensado de forma periódica.  

 

É por meio da revisão do modelo de negócio que você pode manter a sua empresa inovando, seja na criação de produtos ou serviços, estruturação de parcerias estratégicas, geração de novas fontes de receita, canais de vendas, entre outros. 

 

A ideia, em resumo, é estabelecer novas capacidades para satisfazer necessidades dos consumidores que ainda não são atendidas.

 

E aí, agora está mais claro para você o que é um modelo de negócio? Então, vamos entender como estruturá-lo!

 

Como um modelo de negócio é estruturado?

 

Existem muitas metodologias para definição e estruturação de um modelo de negócios. E todas elas direcionam para um olhar estratégico para ao menos 9 componentes que são estruturais para o negócio. Confira abaixo quais são.

 

Segmento de clientes 

 

O segmento de clientes que serão atendidos pode ser um segmento único ou diversos segmentos.

 

Proposta de valor

Ou seja, como cada segmento de clientes vai ter suas “dores” e desejos atendidos pela empresa.

 

Canais

Se trata de como a proposta de valor será entregue para os clientes. 

 

Hoje a complexidade da definição de canais por conta da necessidade de integração e incorporação de novos canais de venda e distribuição faz com que esse ponto seja extremamente estratégico para a companhia.

 

Relacionamento com clientes

 

É a forma com que a empresa vai se manter em contato com os consumidores, como ela vai estruturar o atendimento em cada ponto de contato do cliente com a empresa, também é um ponto fundamental de avaliação. 

 

Fontes de receita 

 

As fontes de receita se trata de quais serão os produtos ou serviços ofertados por meio da proposta de valor.

 

Recursos

 

São o que a empresa precisa ter, sejam eles recursos financeiros, de pessoas, ou ativos que permitam que ela entregue seus produtos e serviços para o mercado. 

 

Esse ponto está intimamente relacionado às atividades chave da empresa. Tudo que ela precisa ter para executar suas atividades.

 

Parcerias estratégicas

 

Nem sempre a empresa consegue sozinha ter todos os recursos ou gerar todas as soluções que precisa para entregar a sua proposta de valor. 

 

Cada vez mais parcerias estratégicas têm sido valorizadas para que a entrega de valor para o cliente seja maior e menos custosa para as companhias.  

 

Estrutura de custos das operações do negócio 

 

Na prática, são todos os custos envolvidos em toda a operação do modelo de negócio desenhado.

 

Cada uma dessas etapas são importantes para que um modelo de negócio seja estruturado sem desconsiderar etapas importantes para sua estruturação e modelagem.

 

principais objetivos de um modelo de negócio

 

Quais os principais objetivos de um modelo de negócio?

 

O principal objetivo de um modelo de negócio é tornar mais clara a maneira que uma organização cria valor para os seu mercado e clientes, explicando as suas estratégias, monetizações, entre outros pontos.

 

Este documento também torna compreensível os aspectos fundamentais para a sustentação das empresas, pois relaciona todos os pontos chave que devem ser pensados para a definição de um modelo de negócio eficaz. 

 

Por fim, ele apoia no desenvolvimento de diferenciais competitivos, abrindo caminho para que empresas inovem em pontos vitais para o seu negócio.

 

Como um modelo de negócio se apresenta no mercado?

 

Um modelo de negócio se apresenta no mercado por dois pontos chave: um conceito bem definido e um formato (ou multiformatos) de apresentação desse conceito.

 

Aqui, listamos alguns conceitos que podem ser explorados pelas companhias como B2C, B2B, B2B2C, SaaS, assinatura, marketplace, freemium e economia colaborativa.

 

Abaixo, entramos em mais detalhes sobre cada um deles, tornando mais clara a explicação sobre o que é um modelo de negócio.

 

Modelo de negócio B2C (business to consumer)

 

No modelo B2C, os produtos ou serviços são destinados ao consumidor final, com a ação de venda com apelo emocional.

 

É o caso de supermercados, lojas de roupas e salões de beleza, por exemplo.

 

Modelo de negócio B2B (business to business)

 

O B2B, por sua vez, tem foco de venda em soluções de empresas para empresas, como no caso de atacadistas, fornecedores do ramo industrial, consultorias, entre outros.

 

Modelo de negócio B2B2C (business to business to consumer)

 

Um negócio B2B2C é definido quando uma empresa oferece um produto ou serviço diretamente ao consumidor, mas por meio de um marketplace.

 

É o caso de negócios que vendem através do Mercado Livre, Submarino, Shopee e afins.

 

Modelo de negócio SaaS (software as a service)

 

O SaaS envolve o fornecimento de licença a empresas para usarem um software online, sem precisar fazer download ou pagar mensalidades.

 

O Dropbox e Pipedrive são os exemplos mais claros desse modelo de negócio.

 

Assinatura

 

O modelo por assinatura envolve a empresa conceder produtos ou serviços aos clientes após o pagamento de uma taxa que costuma ser mensal.

 

O mercado de entretenimento usa bastante esse modelo de negócio, como é o caso da Netflix, Sky, Vivo, entre outros.

 

Marketplace

 

O marketplace é um modelo em que por meio de uma única plataforma, vários “sellers” vendem seus produtos ou serviços em um único local.

 

A plataforma, nesse caso, é remunerada por meio de comissões sobre as vendas ou outro modelo pré-definido.

 

Um dos exemplos de marketplace de sucesso que temos atualmente é a Americanas e o Magazine Luiza, Americanas, iFood e etc.

 

Freemium

 

O Freemium oferece ao usuário ofertas de serviços Free e Premium.

 

Assim, o produto é oferecido gratuitamente a um usuário em um primeiro momento, mas para que ele tenha recursos adicionais, ele precisa pagar.

 

É uma forma de conquistar usuários e trabalhar para conquistá-los a tal ponto que eles decidam pagar pelo serviço, como faz o Spotify.

 

Economia Colaborativa

 

A economia colaborativa é um dos modelos de negócio mais recentes que temos, tendo como grandes casos de sucesso o Uber e o Airbnb.

 

Aqui, as empresas agem com o intuito de criar conexões com base em interesses econômicos de pessoas distintas.

 

Esses são apenas alguns dos modelos que temos hoje, e que podem sempre ser reinventados e quebrarem o status quo de como o mercado funciona. 

 

Novos modelos disruptivos surgem a todo momento e o empresário precisa ficar atento a todos esses movimentos!

 

modelo de negócio

 

Qual a importância da modelagem de negócios?

 

A modelagem de negócios é importante porque permite que empresas conheçam e dominem os seus principais componentes.

 

É por meio dele que é possível desenhar o funcionamento das empresas e criar entregas e valores aos clientes, com chances de desdobrar as operações e inovar em seu nicho de mercado.

 

Quando é hora de revisar meu modelo de negócio?

 

A revisão do modelo de negócio deve ser realizada quando houver indicativos de que o modelo atual já não é capaz de atender às demandas e à dinâmica do mercado.

 

É claro que cada situação é específica e precisa de uma análise detalhada, mas deve-se levar em conta que o objetivo principal do modelo de negócio é mostrar como a empresa atua, gera receita e atende à demanda dos stakeholders, portanto, é fundamental que ele traga a melhor estratégia para gerar resultado, encadear processos e fazer negócios de forma sustentável.

 

Deste modo, a hora de revisá-lo é quando:

 

  • começam a ocorrer quedas nas entradas, vendas e lucros;
  • há estabilização de receita;
  • redução na margem de operações;
  • enfraquecimento da marca;
  • perda de participação no mercado;
  • emergência de competidores com propostas melhores;
  • consolidação de tecnologia disruptiva.

Com um modelo de negócio reestruturado e alinhado às necessidades e expectativas do mercado, há menos chances da sua organização se tornar frágil e ficar para trás no que diz respeito à competitividade, pois ela estará alinhada com a proposta de valor desejada pelo consumidor.

 

Conclusão

 

Com esse artigo, a nossa missão era esclarecer o que é um modelo de negócios, explicando que se trata da forma como empresas criam, entregam e capturam valor aos seus clientes, de acordo com as suas propostas e características.

 

E agora que você sabe o que é um modelo de negócios e viu diversos tipos de modelos, você está preparado para idealizar o seu pŕoprio ou utilizar um dos apresentados aqui e testar. 

 

Aproveite para conferir mais conteúdos como este no blog do Grupo Bittencourt!

Atualize-se

Fale conosco!

Recentes