NRF 2017: 5 dicas dos grandes varejistas para atrair e reter vendedores

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
" As novas táticas para recrutar e manter funcionários nas lojas online e offline foram o assunto da primeira palestra do Retail’s Big Show, o encontro mundial do varejo realizado em Nova York. Para debater o tema “Como os varejistas estão atraindo e retendo talentos”, estiveram presentes Greg Foran, presidente da Walmart, Terry J. Lundgren, CEO da Macy’s, e James Rhee, CEO da Ashley Stewart. Confira a seguir cinco dicas para conquistar funcionários eficientes, capazes de proporcionar o melhor atendimento possível para os clientes. 1. Crie programas de treinamento contínuo Não adianta capacitar o funcionário que está chegando na empresa nos primeiros meses, e depois simplesmente deixá-lo trabalhando na loja. A nova geração, os millenials, tem necessidade de acumular novas experiências o tempo todo. Por isso, empresas como Walmart e Macy’s criaram programas de treinamento que nunca acabam. A cada novo módulo, os vendedores aprendem habilidades diferentes, que podem capacitá-los para promoções dentro da empresa. 2. Promova o entrosamento entre diferentes áreas da empresa É importante que o vendedor sinta-se parte integrante do negócio do qual faz parte. Sempre que possível, organize reuniões entre funcionários de diferentes áreas e diferentes níveis de hierarquia. Isso fará com ele eles percebam que existem diferentes oportunidades de crescimento dentro da própria companhia. 3. Recrute estudantes com conhecimentos em tecnologia Para conquistar o consumidor multicanal, é fundamental ter funcionários que dominem as últimas tecnologias disponíveis para o varejo, e sejam capazes de introduzir novidades hi-tech na loja. O melhor lugar para encontrar esses talentos são as universidades. É preciso criar programas e atividades que estimulem universitários a buscarem posições dentro do varejo. A Macy’s tem um time focado apenas na busca de talentos nas faculdades. 4. Não descuide do básico O avanço da tecnologia no varejo não significa que os vendedores tradicionais estão com os dias contados. Saber negociar com fornecedores, entender como funciona o estoque, desenvolver um bom relacionamento com o clientes: todas essas habilidades continuam sendo fundamentais para o bom funcionamento da loja. Tablets e sensores jamais vai substituir o vendedor nato: por isso, mantenha o olho aberto para esse tipo de talento na sua loja. 5. Dê ao vendedor as ferramentas de que ele precisa Não adianta o funcionário entender tudo sobre big data, se a loja não tiver o equipamento necessário para colher os dados do cliente que entra na loja, e o software adequado para analisar esses dados. Colocar tablets e celulares de última geração nas mãos dos vendedores é básico. Fornecer todas as informações possíveis sobre os produtos disponíveis e sobre o perfil do consumidor são atitudes fundamentais para melhorar as vendas.   "