Fórum reúne 600 mulheres empreendedoras em Franca

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Mais de 600 mulheres empreendedoras participaram nessa segunda-feira, 26, do “7º Fórum da Mulher Empreendedora Acif” (Associação do Comércio e Indústria de Franca). Com foco na tecnologia nos processos de gestão, produção, comercialização e divulgação das empresas, o evento contou com palestras, workshops e discussões sobre inovação e negócios. O Fórum, promovido pelo Conselho da Mulher Empreendedora da Acif, contou ainda com apresentações culturais e sorteios de diversos brindes.   “A abordagem do 7º Fórum da Mulher Empreendedora tem a ver com o cenário empreendedor presente. Atualmente, uma empresa não consegue sobreviver ao mercado concorrente sem se apoiar em ferramentas tecnológicas”, disse a coordenadora geral do CME, Christina Buraneli, durante a abertura. Entre as centenas de mulheres presentes, havia um grupo de 11 empresárias de Marília (SP), atuantes nas áreas de confecção, ótica e imobiliária. Elas pertencem à Associação Comercial e Industrial daquela cidade e querem criar o Núcleo da Mulher Empreendedora no município do Centro-Oeste paulista. Empreendedoras de cidades como Ribeirão Preto, Ituverava e Muzambinho (MG) também participaram do encontro. Cofundadora e presidente do Grupo Sabin, Janete Vaz, participou do Fórum com a palestra Empreendendo sonhos. Abordando sua carreira e a empresa que construi, falou sobre o poder de decisão que cada um tem. “Tire seu sonho da gaveta. Não existe tempo, hora ou idade para fazer isso. Busque incessantemente realizar seus sonhos e se afaste de quem tenta te desviar disso. Nunca deixe nem adie nada na sua vida. Seu futuro depende essencialmente de você. A responsabilidade é sua”, disse. Uma das presenças mais aguardada do evento, a presidente do Conselho de Administração do Magazine Luiza, Luiza Helena Trajano, realizou um bate-papo com Janete Vaz e a cientista Joana Félix de Souza e Lyana Bittencourt, diretora do grupo Bittencourt. Falando sobre o crescimento do Magazine Luiza, todo o esforço para chegar até a situação atual e vencer as dificuldades da crise financeira vivida pelo Brasil, Luiza Helena destacou que é preciso coragem para mudar. “As pessoas precisam entender que não é difícil mudar, o mais importante é ter coragem para começar. O medo existe, mas normalmente ele é mais forte na nossa cabeça do que na realidade.” A última palestra foi com a investidora Camila Farani, do programa Shark Tank Brasil, sobre Como me tornei um tubarão. Camila contou um pouco de como seus erros e acertos a transformaram. A palestra retratou, ainda, como o poder de uma mente empreendedora pode criar hábitos e desenvolver ações que ajudam as pessoas a tirarem suas ideias da cabeça.