O que é o mapa de oportunidades e como ele ajuda na inovação e resultados da sua empresa?

O que é o mapa de oportunidades e como ele ajuda na inovação e resultados da sua empresa?

Para quem quer se manter relevante no mercado, o desenvolvimento de um mapa de oportunidades é uma ótima estratégia.. Mas afinal, o que é o mapa de oportunidades?  Ele é uma metodologia exclusiva desenvolvida pelo Grupo BITTENCOURT, que consiste em uma avaliação diagnóstica completa da empresa, desde a sua estrutura, cultura, processos, tecnologia adotada e pessoas. Tudo com o propósito de desenvolver um plano de ação para a implantação das mudanças necessárias para a sustentabilidade da companhia. Assim, a ideia é mapear oportunidades não exploradas pela empresa e que podem alavancar resultados tanto pelo ganho de eficiência operacional, quanto pela identificação de novas oportunidades a serem exploradas pela companhia e que, de fato, podem se tornar uma nova fonte de receita e muitas vezes um novo negócio. Tudo isso é feito por meio de um levantamento com as diferentes áreas da companhia, com uma imersão bastante criteriosa e que aprofunda o conhecimento nos aspectos fundamentais de sustentação dos negócios e que geram insights poderosos. E com esses insights, ajustamos a rota e o desenvolvimento de novas oportunidades, seja no mesmo mercado de atuação da companhia ou em novos mercados e segmentos de atuação Então, se hoje as suas dúvidas são sobre como fazer um mapa de oportunidades, a sua importância e o que fazer com ele, basta seguir a leitura conosco que esclarecemos todos esses pontos neste artigo! mapa de oportunidades sebrae

O que é mapa de oportunidades?

O mapa de oportunidades é uma ferramenta que auxilia na busca de novas oportunidades de mercado para a companhia e que é feito por meio de um trabalho criterioso de aprofundamento no negócio do cliente e em seu mercado de atuação. Além do mais, quando executado por nós, ele é aliado ao conhecimento acumulado em mais de 3 décadas de mercado do Grupo BITTENCOURT, que acompanha tendências e estuda inovação em todo o mundo. E ter novas oportunidades de desenvolvimento de negócio e, consequentemente, de geração de resultados, é algo desejado pela grande maioria das empresas.   Então, saber usar as estratégias que o mapa propõe tem ligação direta com o ganho de eficiência, melhoria de processos e de inovação. 

Por que é importante entender os gaps e oportunidades de desenvolvimento de um negócio?

Entender as dificuldades e oportunidades de desenvolvimento de um negócio é importante porque o mercado está cada vez mais competitivo e as empresas que não buscam renovação e inovação perdem relevância.  Logo, é preciso que a sua empresa inove para criar novas fontes de receita, melhorando a sua abordagem no mercado atual e agregando valor ao que oferece ao consumidor, seja por meio do seu core business, seja por meio de novos negócios. E ao revisar o modelo de negócios e a possibilidade de atender ao que o mercado está exigindo, abre-se a oportunidade de entrega de uma nova proposta de valor, o que culmina na revitalização da marca e de como o consumidor passa a percebê-la.  Mas inovar e aproveitar oportunidades não é uma tarefa fácil, nós sabemos, pois exige que você encontre uma necessidade de mercado e trace os caminhos do seu negócio para que ele supra essa necessidade por meio de soluções eficazes. Deste modo, mais do que analisar o mercado, a concorrência e o seu público de forma simplista, é necessário um estudo aprofundado com quem entende de negócios e possa contribuir com novos olhares e que traga oxigenação para a companhia.  Para a execução da estratégia é fundamental estudar o comportamento do consumidor cada vez mais em mutação, entender as tendências e construir formas de incorporar essas abordagens no negócio. É bastante comum que ao se concentrar na operação do negócio, o empresário deixe de identificar os sinais que aparecem e que podem estar fazendo a empresa perder valor - principalmente pelas transformações no comportamento do consumidor ou mesmo por novas tecnologias que poderiam ser incorporadas em sua operação.  Essa análise completa é possível com o mapa de oportunidades, conforme mostraremos na sequência.

Como fazer um mapeamento de oportunidades?

O mapa de oportunidades é feito por meio de um conhecimento profundo do negócio e do mercado e levantamento de oportunidades de melhoria que ele não pode deixar de endereçar para se manter relevante num cenário altamente competitivo.  Todo o processo deve ser realizado por meio de um diagnóstico realizado por uma equipe especializada e, com ajuda externa, a empresa pode sair de uma situação de dificuldade para geração de resultados, com a implantação de uma nova cultura organizacional voltada para a inovação e busca de soluções  Deste modo, a partir do desenho do mapa é necessário partir para ação, afinal, de nada vale esse diagnóstico se ele não for usado para gerar transformação na companhia. Um dos resultados do mapa é a definição de projetos que devem ser desenvolvidos em curto, médio e longo prazos, e que devem passar por uma etapa de priorização.  Geralmente a empresa precisa escolher o que é mais urgente (e estratégico) de ser abordado para iniciar o processo de transformação da companhia.

Etapas da criação de um mapa de oportunidades

Na sequência, confira algumas etapas importantes para a criação de um mapa de oportunidades

Imersão na companhia

Como já citamos aqui, nenhuma proposta de projeto pode ser feita antes que se conheça a realidade da companhia. Por isso, investimos um tempo precioso em conhecer todas as áreas, conversar com seus líderes e mapear onde estão os gargalos e dores da operação.  Esse levantamento inicial é fundamental para começarmos a conectar os pontos e entender de onde vêm as maiores necessidades de atuação e definição de processos de melhoria.  No final desse processo, temos o retrato da situação atual da empresa.

Pesquisa com consumidores

Nada vai te dar uma visão melhor do seu negócio do que ouvir o consumidor, seja por pesquisas quantitativas, por meio de questionários estruturados, ou qualitativas por meio de grupos de discussão ou outras técnicas. Elas são fundamentais para desmistificar verdades absolutas do negócio, identificar a percepção sobre a marca, concorrentes, novos pontos de contato e principalmente entender a jornada do consumidor.  Além disso, uma forma de também obter informações do consumidor é o que chamamos de ‘desk research', ou seja, uma pesquisa nas informações que já estão disponíveis nos diversos canais digitais como google, redes sociais (Facebook, Instagram e outras).  Vale buscar nesses espaços comentários, interações, observações e outros pontos que possam ajudar na criação do seu mapa.

Pesquisa de mercado

Pesquisar o mercado e o comportamento dos consumidores é  uma boa forma de buscar por oportunidades em seu nicho. Isso porque a atualização constante referente aos costumes do seu consumidor e do seu público-alvo, além dos concorrentes, é um caminho para achar novas oportunidades. Pense que o seu público muda constantemente, portanto, as suas soluções também precisam mudar, pois é assim que você atende às necessidades que surgem.

Orientação sobre cenários

Uma etapa importante é a avaliação do cenário atual em que o negócio está inserido.  Nesse processo começamos a “olhar para fora", ou seja, estudar benchmarks, comportamento do consumidor, além de tendências de mercado.  E esse olhar não se restringe ao universo da companhia. Ele deve avaliar inclusive modelos de negócios de sucesso que estão fora do core business da empresa.

Pesquisar a concorrência

O olhar atento para a atividade da concorrência também traz informações importantes sobre o negócio - inclusive para saber quais soluções têm sido desenvolvidas. A ideia, nesse caso, não é copiar um modelo, mas sempre buscar a diferenciação e ampliação da oferta de valor para o mercado. Então, pesquise sobre o seu concorrente com a finalidade de fazer uma análise, encontrar insights e ideias de oportunidades de vendas que ele ainda não tenha previsto.

Estruturar os aprendizados

A partir de todas as análises realizadas, existe um momento importante de consolidar os principais ‘achados’ e aprendizados de todo o processo.  Muita informação vai surgir e será necessário consolidar as informações e transformar dados em inteligência.

O que fazer com o mapa de oportunidades?

mapa de oportunidades apex Após finalizar o mapa de oportunidades, o primeiro passo é priorizar os planos que serão colocados em prática, avaliar complexidade e timing de execução.  A partir disso, é preciso criar um processo de planejamento e principalmente de acompanhamento da execução e dos resultados que estão sendo alcançados. Os projetos precisam sair do papel para a transformação acontecer e isso pode ser feito criando ‘squads’ que sejam responsáveis por levar todo o projeto adiante, além de ter uma cultura de prestação de contas, duas boas estratégias para a execução acontecer. Como dissemos, essa é uma estratégia que pode colocar a empresa em outro patamar e que exige uma equipe qualificada e com repertório para realmente trazer  a inovação para o negócio. Quer colocar o mapa de oportunidades em prática e garantir que a sua empresa irá se manter relevante e sustentável ao longo do tempo?  Então entre em contato com o Grupo Bittencourt. Mais do que ideias, vamos te apoiar na execução de toda a estratégia.

Conclusão

Com esse artigo, a nossa missão era ajudar você a entender que um mapa de oportunidades é uma ferramenta que auxilia na busca de novas oportunidades para desenvolvimento do seu negócio. Assim, explicamos que por meio dele você consegue identificar algumas dores dos consumidores e do seu time interno para desenvolver novas oportunidades - seja em ganho de eficiência ou de inovação no seu modelo de negócio.

Atualize-se

Fale conosco!

Recentes