Erros que comprometem o início da expansão por franquia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
No nosso dia-a-dia como consultores de empresas deparamo-nos com franqueadores cujos seus negócios com franquia não tiveram o desempenho e a evolução projetada. Muitas são as causas dessa situação e, também em muitos casos a solução está dentro da própria empresa e o franqueador não percebe. Dentre as causas que mais nos deparamos para esta situação destacamos as seguintes: O empresário quando decide pela expansão do negócio utilizando o sistema de franquia, contrata uma consultoria especializada para a formatação do sistema, envolvendo também advogados especializados para a definição dos aspectos jurídicos, contrata um estudo de geografia de mercado, enfim, paga muito bem para ter o negócio formatado e pronto para iniciar o processo de seleção de franqueados. Porém, a partir do momento da implantação do seu plano de expansão comete alguns erros:
  • Imagina que ele pessoalmente possa cuidar de todos os aspectos que envolvem a expansão, desde a seleção dos franqueados até a implantação da unidade, ou delega a função para um de seus gerentes como mais uma de suas atividades.
  • Os investimentos em marketing para a divulgação do negócio não são realizados. Com o número de opções de negócios existentes hoje no mercado, sem uma divulgação e um trabalho ativo na busca de franqueados, a expansão será muito lenta e desmotivadora.
  • Marca pouco conhecida no mercado exige um investimento maior na divulgação e na fixação desta marca.
  • Unidade Piloto ou Teste não implantada. O franqueador neste caso terá uma dificuldade inicial maior para lidar com o primeiro franqueado e de testar o sistema.
  • Imaginar que a rede (franqueados) sobrevive sem uma forte atuação do franqueador no desenvolvimento e aperfeiçoamento constante do negócio.
  • Perfil e cultura do franqueador - dificuldade em assimilar que o franqueado é um parceiro e não um funcionário seu.
  • A lista é muito grande, no entanto estes aspectos são os que mais “pegam”, devida a dificuldade de percepção pelo empresário também.
Crescer com uma rede de franquia exige do franqueador:
  • Comprometimento com o sucesso do franqueado – apoio contínuo;
  • Comprometimento com a permanência do negócio no mercado – pesquisa e tecnologia;
  • Estrutura de apoio e suporte a rede;
  • Profissionais com dedicação exclusiva.
Estes são os principais ingrediente de uma receita para a expansão de negócios utilizando o sistema de franquia. *Claudia Bittencourt é diretora-geral do Grupo BITTENCOURT "