Produtos saudáveis e práticos estão em alta

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Depois de permanecer estável em 2018, o consumo tende a crescer em 2019, impulsionado pela demanda por produtos com apelo saudável ou que sejam  práticos, de acordo com a empresa de pesquisas Kantar Worldpanel. A Kantar Worldpanel avaliou o desempenho de 105 categorias de produtos de consumo de massa em 2018. De acordo com o estudo, o varejo teve crescimento de 1,5% em valor em 2018, totalizando R$ 42 bilhões. Em volume, houve queda de 2,1%. Em unidades vendidas, houve incremento de 0,4%, para 12,6 bilhões de itens. "Foi um ano em que o consumo não cresceu. Havia uma expectativa de que o consumo aumentaria no quarto trimestre, com a definição do cenário político e o aumento da confiança dos consumidores. Mas não houve crescimento ", afirmou Giovanna Fischer, diretora de marketing da Kantar Worldpanel. O gasto médio dos consumidores por compra encolheu 1% e a frequência às lojas teve redução de 1,8%, o que significa uma visita a menos no varejo a cada seis meses, aproximadamente. A consultora observou que, nos anos de crise, houve queda na frequência de compras de produtos para consumo no lar, compensada por um aumento no volume médio de compras por visita. Em 2018, no entanto, a frequência de compras caiu, mas o volume médio de compras ficou estável. "Os consumidores estão com menos tempo disponível para fazer compras, por isso vão menos ao varejo. Do lado positivo, fazem mais compras de urgência. Nesses momentos, a necessidade fala mais alto que o preço. Essas compras aumentam principalmente nos minimercados e lojas de vizinhança", afirmou Giovanna. Houve um aumento no número de compradores de 4,1% no ano passado, em relação a 2017. Na avaliação da diretora, as categorias de lojas de vizinhança e atacarejo ganharão espaço em 2019. Em 2018, o número de visitas ao atacarejo aumentou 12,8% em relação a 2017. A frequência em lojas de vizinhança cresceu 6,3%. Já em hipermercados, caiu 9,2% e em supermercados convencionais, diminuiu 0,4%. Em farmácias, houve queda de 1,5%. "O atacarejo ainda vai crescer muito. Apenas 50% das famílias compram uma vez por ano ou mais nesse tipo de varejo. O potencial de crescimento é grande", avaliou Giovanna. O estudo também revelou queda no consumo fora de casa. Em valor, houve retração de 5,3% em 2018, para R$ 20,6 bilhões. Em volume, a retração foi de 4,6%, para 4,7 bilhões de unidades. As compras de alimentos e bebidas para consumo fora do lar representaram 40% do valor gasto em 2018 e 37% do volume de compras dos consumidores. De acordo com Giovanna, também houve mudança no perfil de consumo dentro e fora de casa. Os brasileiros saíram menos para comer fora, mas compensaram isso com refeições mais caprichadas em casa. Dessa forma, há um crescimento no consumo dentro do lar de produtos de valor agregado mais alto como sorvetes, azeite, batata congelada e molho para salada. Itens considerados mais saudáveis ou práticos crescem mais. É o caso das vendas de manteiga, que crescem 3%, azeites (16%) e massa fresca (10%). Produtos considerados menos saudáveis ou práticos perdem espaço, como as vendas de margarina (que caem 5%), vendas de óleo de soja (cai 22%) e sobremesa em pó (cai 2%). "O consumo não cresceu, mas não se trata de economizar nas compras, e sim de fazer escolhas diferentes", afirmou Giovanna. Na avaliação da consultora, os consumidores estão fazendo escolhas mais sofisticadas, levando em consideração qualidade e praticidade, além do preço. "Produtos considerados commodities, ou que não sejam considerados muito saudáveis perdem espaço na cesta", acrescentou. A consultora também observou que os consumidores ainda estão muito atentos a promoções. De acordo com a Kantar Worldpanel, 55% das categorias de produtos que apresentaram crescimento no consumo aumentaram as vendas apenas com promoções. Ao todo, 17% das compras dos consumidores em 2018 foram de produtos em promoção, 1 ponto percentual a mais do que no ano anterior. Fonte: Valor Econômico   O Grupo BITTENCOURT atua com consultoria voltada para o desenvolvimento e expansão de redes de franquias e negócios. As consultorias e os programas especializados envolvem o desenvolvimento e a expansão de negócios em todos os segmentos, com a identificação e implementação da melhor  estratégia de canais de vendas e distribuição; formatação e implantação de sistemas de franquias. Para mais informações entre em contato pelo e-mail contato@bcef.com.br   

Contato

  • contato@bcef.com.br
  • +55 11 3660-2201
  • Av. Paulista, 171 - 9 andar - Paraíso - São Paulo -SP CEP - 01311-904

Atualize-se

Portfólio

Recentes

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin