Cliente do grupo BITTENCOURT inicia expansão nos EUA

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
" A Internacionalização dos negócios pode ser um grande passo para a expansão do negócio. De acordo com a Associação Brasileira de Franchising (ABF), nos últimos dois anos, o número de unidades em território estrangeiro cresceu 10,1%. Assim, mais uma franquia brasileira resolveu dar esse passo: a Acqua Aroma, rede de aromatizadores para casa, inaugurou uma distribuidora em Orlando, na Flórida (EUA). Com o passo, a marca espera crescer 40%, em 2017, com as franquias no Brasil e 500 pontos de venda no país norte-americano, faturando US$ 1 milhão. Segundo a empresa, a escolha levou em consideração o fato de que os EUA são o maior mercado consumidor de perfumaria para casa do mundo. “Encontramos poucas opções de fragrâncias refrescantes e com elementos tropicais disponíveis, algo que temos bastante na Acqua Aroma e vemos como tendência”, destaca Lua Serafim, que está à frente da operação no exterior. “Também tivemos que adaptar nossa seleção à preferência do consumidor dos EUA pelas fragrâncias sazonais, algo incomum no Brasil, e mesmo eliminar alguns itens do portfólio, como a água de passar roupa, já que o americano não tem esse hábito”, complementa. Novos ares Para Lua, é importante lembrar que o mercado norte-americano é bastante favorável ao empreendedorismo. “A dificuldade para levar os negócios para fora vem principalmente da escassez de informação. Mas quando compreendemos a dinâmica, vemos que a velocidade é outra, tudo funciona”, explica. Com a adesão ao franchising no final de 2016, a estratégia da Acqua Aroma agora é levar as duas frentes em paralelo: a meta é chegar a 70 unidades em cinco anos no Brasil e, nos Estados Unidos, em um primeiro momento, pulverizar-se em pontos de venda para depois fundar as primeiras lojas da marca. “Começamos da mesma forma no Brasil, tornando nossos produtos presentes em lojas multimarcas e conhecido pelos consumidores. Os 12 anos de mercado antes de aderir ao franchising foram fundamentais para conhecer melhor o consumidor, fortalecer nossos diferenciais e preparar nossa estrutura empresarial. Agora, podemos afirmar que estamos prontos para expandir”, aponta a executiva. O próximo passo da internacionalização será na Europa, em países como Espanha e Portugal. Fonte: Portal no Varejo