NUNCA OS LÍDERES FORAM TÃO DESAFIADOS!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
As exigências impostas pela nova sociedade demandam mudanças na cultura organizacional das empresas e na forma de pensar e agir dos líderes, a grande questão é como passar por estas transformações preservando a essência e os valores da marca. A necessidade de migrar de organização moderna para pós-moderna, ou organização exponencial  é o grande desafio para os empresários e franqueadores, o que  significa uma ruptura  com o tradicional e a preservação do passado. Segundo Jorge Forbes, no mundo pós-moderno o ambiente empresarial para ter êxito deve incorporar um conjunto de atributos envolvendo o trabalho, as relações e o mundo digital,  e que o principal vetor dessa mudança é a liderança, porém,  afirma o psicanalista, que a maioria dos líderes formados em padrões da modernidade  enfrentam dificuldades para mudar. Além da dificuldade para a mudança, um  outro fator que considero crítico nesse processo é que muitos executivos, líderes nas mais diversas  organizações,  não  estão  percebendo  a necessidade dessa mudança na velocidade que deveria acontecer. Os líderes da  nova sociedade (pós-moderna),  horizontalizada, em rede e sem padrão,  devem dar  mais autonomia a suas equipes e um espaço maior para a criatividade,  o que  invariavelmente vai gerar  nas  pessoas  um senso de maior responsabilidade. Para os líderes do franchising  isso se  torna um  desafio ainda maior, cada vez mais teremos franqueados mais criativos e menos disciplinados e que estão na ponta atuando diretamente com os clientes da marca. Para gerar uma reflexão maior sobre esses desafios e onde atuar para uma eventual mudança, abaixo algumas características que diferenciam o  líder da era moderna do líder da era pós-moderna, segundo o psicanalista Jorge Forbes: Líder moderno                                         Líder pós-moderno Estimula a eficiência                               Estimula a criação da diversidade Atribui notas                                            Atribui responsabilidade É moralista                                               É ético Comunica                                                 Envolve Projeta o futuro                                       Inventa o futuro Avisa os perigos, é precavido                 Incentiva a inovação responsável Controla e dirige                                      Inspira e estusiasma Busca o lucro no mundo                       Associa o lucro com a construção  do mundo Boa reflexão!

Claudia Bittencourt - Diretora Geral do Grupo BITTENCOURT