Geração de Leads no Franchising, como ser mais efetivo na gestão de candidatos

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Estamos nos aproximando do Natal das empresas franqueadoras. O movimento do mercado em torno da 27ª edição da ABF Franchising Expo que ocorre em junho já está bastante acelerado e cabe aos franqueadores definirem agora, quais serão as estratégias que vão utilizar para ampliar seu pipeline durante o evento e garantirem a execução do plano de expansão desenhado para 2018 e 2019. Vale dizer que nunca houve tantas opções no mercado de franquias capazes de se adequar aos mais diversos bolsos e perfis de candidatos. Então saber como se diferenciar e se relacionar com o candidato desde o primeiro contato é peça chave para conduzi-lo até o fundo do funil. As regras básicas do relacionamento com o candidato de transparência e honestidade na transmissão das informações do negócio são ainda a base para a construção da relação. No fundo o papel do executivo de expansão é ajudar o candidato a descobrir se o negócio que ele tem para oferecer é efetivamente o que vai ajudá-lo a se realizar tanto pessoal quanto profissionalmente, e se ele terá condições efetivas de atingir suas metas e objetivos. Mas o caminho que pode ser percorrido nesse processo de descoberta pode ser explorado de diversas e inovadoras formas. Várias delas passam pelo uso de tecnologias que cada vez mais estão sendo exponenciadas e se tornando mais democráticas e acessíveis às franqueadoras. O uso de bots (robôs que por meio de programação prévia ou inteligência artificial se comunicam com o candidato automatizando o primeiro atendimento) é bastante efetivo pois absorve uma demanda grande das áreas de expansão e libera os consultores para as etapas mais estratégicas de seleção de candidatos. Da mesma forma, a utilização de realidade virtual também pode auxiliar muito a apresentação do negócio. Imagine o impacto do candidato conhecer a operação em funcionamento com clientes sendo atendidos, funcionários em ação, visitar o espaço físico da loja e sentir como se estivesse operando o negócio ainda na fase de apresentação da empresa? Com certeza o impacto de “sentir” o negócio vai muito além de apenas ver alguns slides ou fotos num catálogo. Mas se isso tudo ainda for muito novo para você, também é possível fazer mais com o que você tem em mãos agora. O uso de vídeos na comunicação para encantar candidatos tem sido bastante efetivo. Não exige grandes produções nem mesmo alta tecnologia, exige apenas um bom celular e boa vontade para contar a história da marca e passar os valores e princípios que norteiam a cultura da empresa. Cada vez mais os vídeos tem sido fundamentais nas estratégias de marketing digital das empresas, principalmente quando falamos da geração mais nova de candidatos que tem se interessado pelo sistema de franquias. Cada vez mais eles priorizam mensagens rápidas, relevantes e direcionadas ao que lhes convém. Vale a máxima “Don’t Sell, Tell” (não venda, conte), reforçando que forçar a venda não é a chave, mas sim, guia-lo no processo de descoberta da marca e assim, deixa-lo decidir. E para não perder nenhum contato no processo, nem o timing de cada candidato, também cabe recorrer à tecnologia. Sistemas na nuvem como o Scalink, que automatizam o processo de expansão e gestão de candidatos com relatórios e processos estruturados, ajudam na condução da negociação e do fechamento da venda de franquias. Todo o histórico como documentos, relatórios e comunicação com o candidato ficam armazenados e de fácil acesso à equipe de expansão. O importante de forma geral, é estar pronto para candidatos cada vez mais preparados e em busca de diferenciação. A proposta de valor da franquia tem que estar muito clara de forma a ser entendida pelo perfil de candidato que se quer atingir. A mensagem tem que falar fundo no coração muito antes de chegar até a bolso.

Por Lyana Bittencourt, diretora executiva do Grupo BITTENCOURT