Franquias: Destaques em 2007 e Expectativa para 2008

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Realizando uma análise dos negócios que iniciaram a expansão ou estão atuando sob o sistema de franquias em 2007, pude concluir que alguns segmentos se destacaram em 2007 e que provavelmente devem continuar num ritmo mais acelerado em 2008 são: Imobiliário, odontologia, financeiro e algumas escolas com cursos diferenciados. Mercado Imobiliário, a queda nos juros e o aumento da oferta de crédito imobiliário foram os dois grandes impulsionadores do movimento positivo no setor. Um fator também que vem contribuindo fortemente com este crescimento, é o volume de recursos disponível e o crescente interesse de outros Países em aplicarem capital no Brasil. Os bancos privados disputam cada vez mais o cliente para crédito imobiliário com a Caixa Econômica Federal, órgão oficial focado neste tipo de produto, o que acaba favorecendo os investidores. Com todo esse movimento, junto vem crescendo também o número de imobiliárias no país. Em Países como Estados Unidos, Espanha e Portugal as redes de franquias imobiliárias vêm aumentando significativamente. No Brasil iniciou um movimento que também vem crescendo, num primeiro momento com unidades próprias e agora com aquisições e fusões. Tal situação vem despertando nos empresários a necessidade de expandir seus negócios, ocupar mercado e criar barreiras para os concorrentes, dentro e fora do País. Odontologia - os profissionais da área odontológica se viram obrigados a reinventarem seu sistema de atendimento, transformando o tradicional consultório dentário em clínicas especializadas com atendimento diferenciado, mais profissionalizados, com objetivo de oferecer saúde, estética e beleza num tempo menor e a custos mais acessíveis e, com prazos e condições de pagamento facilitadas. A parceria com financeiras para financiar os planos odontológicos e ortodônticos vem sendo utilizada por algumas redes. Essas clínicas estão se multiplicando por meio do franchising e vão adquirindo força com suas redes. O profissional de saúde que não inovar vai ter dificuldade de competir no seu mercado. Financeiro – As Lojas especializadas para a concessão de credito pessoal e crédito imobiliário, aparecerem utilizando o sistema de franquias em 2007 e demonstra ser uma tendência para 2008. A exploração desses serviços fora dos bancos, despertou o interesse de investidores para abrir redes de lojas, utilizando o sistema de franquias. O crédito consignado para aposentados foi um fator que contribuiu muito com este movimento. As classes B, C e D, são o público alvo desses negócios. Escolas - Outro setor que também se destacou no sistema de franquias em 2007 e que deve continuar em 2008 é o de escolas com cursos diferenciados, por exemplo para exercitar o cérebro, para ensinar crianças e adultos a lidar com dinheiro, estes já atuando no sistema de franquias e outros mais,. Os serviços ainda vão continuar crescendo com o sistema de franquias, por um bom tempo. O fator muito positivo para o franchising em 2007 foi o aumento da capacidade de investimento do médio e pequeno empreendedor. A economia melhorou, as empresas contrataram mais, e mais recursos circulando no País motivou jovens empreendedores a arriscarem seu capital, suas economias, abrindo seu negócio próprio, apostando na economia e no aumento do poder aquisitivo da população. Milagres acontecem, pois com o Governo que temos a situação poderia ser pior mas, estamos colhendo os frutos de plantações e investimentos de Governos anteriores. Continua também crescente o número de indústria que estão optando por franquias como mais um canal para a distribuição de seus produtos. Ficar mais próximo do cliente e entender melhor o seu comportamento e seus desejos é o objetivo. Falando um pouco do varejo: A disputa frenética para oferecer serviços aos clientes, agregado aos produtos, está tornando o varejo cada vez mais profissional e mais competitivo. O varejo tradicional já morreu, o cliente hoje compra onde quer que esteja. A evolução do e-commerce também contribuiu para essa profissionalização. O sistema de franquias no Brasil vai continuar crescendo mais do que o PIB, alguns setores só estão despertando agora para esta forma de expansão. O sucesso que muitas redes vêm obtendo tem contribuindo para esse despertar, nós brasileiros ainda temos muito do "ver para crer". Aí vai uma alerta aos empresários que ainda têm dúvidas sobre o que o franchising pode fazer para o seu negócio: “não deixem o bonde passar”, as oportunidades estão aí. *Cláudia Bittencourt é diretora-geral do Grupo BITTENCOURT