Dicas na hora de franquear

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Publicada no jornal Correio Braziliense, Caderno Cidades, em 20 de dezembro de 2009

1º Passo

O empresário tem de repensar a empresa como um todo e elaborar um planejamento estratégico, definindo metas de curto, médio e longo prazo.

2º Passo

O futuro franqueador deve reavaliar os resultados da empresa, ver se o crescimento dos últimos anos é sustentável ou se esta dependente de capital de terceiros. O empresário não deve vislumbrar no sistema de franquias uma forma de capitalizar.

3º Passo

Rever os processos, o sistema de gestão administrativa, financeira e comercial. Enfim, avaliar o quanto as operações da empresa estão sob controle e se as ferramentas são adequadas. Avaliar formas de evitar desperdício, de agregar valor ao produto ou serviço. Ao detectar alguma deficiência, deve revitalizar e formalizar esses processos com a elaboração de manuais.

4º Passo

O empresário deve renovar, reciclar e treinar os funcionários, para que colaborem na missão e para que o franqueador tenha poder para rientar os franqueados sobre o perfil dos funcionários que deverão contratar.

5º Passo

O empresário deve formatar o sistema de franquias. Principais recomendações para quem quer franquear seu negócio: - Fazer um plano de viabilidade, formatar o sistema operacional para a rede, utilizar de instrumentos jurídicos e formatar o treinamento. - Selecionar bem o franqueado que deve ter o perfil parecido com o perfil da empresa. - Procurar acompanhamento de profissionais especializados para acompanhar o processo. *Claudia Bittencourt é diretora-geral do Grupo BITTENCOURT