Franquia De Banda Larga Da VIVO

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Projeto de franquia de banda larga da VIVO feito pelo Grupo BITTENCOURT para a Telefônica, maior operadora de fibra ótica do Brasil, democratiza o acesso à banda larga para cidades que ainda não contam com o serviço. Grupo formado por empresas, fundos e pessoas físicas vai lançar a rede em centenas de cidades
Projeto de loja para a franquia TERRA FIBRA
Mais uma vez o franchising mostra a sua força e se traduz como solução para a expansão dos mais inusitados mercados. A Telefônica criou com o apoio do Grupo BITTENCOURT, um modelo de franquias que vai contar com a força da marca do Terra e a tecnologia de conexão por fibra ótica da VIVO. O modelo Terra Fibra, visa levar em 3 anos a infraestrutura da fibra ótica para mais de 500 cidades. O investimento é compatível com a empreitada. Está estimado em cerca de 2,5 milhões de reais o valor necessário para abrir a franquia, sendo que o franqueado é responsável por construir a estrutura da rede, montar a loja para atendimento do público, adquirir os equipamentos e os sistemas para colocar efetivamente a banda larga funcionando na casa do cliente. O projeto foi conduzido em conjunto com o Grupo BITTENCOURT, consultoria especializada no desenvolvimento, gestão e expansão de negócios, por cerca de dois anos. Vários cenários foram desenhados e o modelo de franquias foi estruturado para colocar o projeto de pé e com possibilidade de ser implantado em cerca de 500 municípios com população entre 20 mil e 50 mil habitantes, já mapeados pela Telefônica Muitos desses municípios ainda não contam com o serviço de banda larga e a chegada da franquia Terra Fibra tende a ter a adesão rápida da população do local, uma verdadeira democratização do acesso à tecnologia de banda larga por meio do franchising. A primeira unidade foi inaugurada em Águas Lindas em Goiás, em 20 de novembro e contou com a presença dos principais executivos da Telefônica como Christian Gebara, diretor-presidente da Telefônica e também do Grupo BITTENCOURT, representado por Lyana Bittencourt diretora executiva da consultoria.
Ver um projeto dessa envergadura sair do papel e ganhar o mercado de forma profissional e sustentável é o que nos dá a motivação para seguir desenvolvendo o franchising ao redor do Brasil e do Mundo. Além do aspecto econômico de impacto direto na última linha do nosso cliente, estamos apoiando no desenvolvimento do Brasil com um projeto que leva infraestrutura de internet de alta velocidade, além de garantir o acesso à informação, conhecimento e ampliação do repertório das pessoas daquele município. diz Lyana Bittencourt, diretora executiva da consultoria.
  Os franqueados vão receber assim como ditam as melhores práticas do franchising, toda a transferência de know-how da Telefônica por meio de treinamentos gerenciais e técnicos, o relacionamento e as vantagens das negociações com fornecedores credenciados, canais de atendimento, além do backbone que liga a rede principal da Telefônica à infra de rede construída pelo franqueado. Além disso, apoia em toda a configuração do negócio como definição de planos de serviços, modelo de atendimento aos clientes e outros. Marco Carbonari, CEO da Telefônica diz que o projeto é disruptivo para o mindset da companhia. Ele muda a posição dos provedores locais de concorrentes para aliados e parceiros chaves no crescimento da rede. Além de não impactar no capex da companhia pois o investimento no crescimento e capilarização da rede de fibra ótica da VIVO passa a acontecer com o investimento de terceiros. Em contrapartida, o franqueado recebe o respaldo da marca do provedor Terra e da Vivo (considerada a marca de Telecom mais valiosa e mais confiável para os consumidores), associado à possibilidade de prestação de um serviço de qualidade respaldado pelos mais de 115 mil km de backbone da VIVO. Além da unidade de Águas Lindas de Goiás, duas unidades serão instaladas no Centro-Oeste e outras novas assinaturas de contrato estão sendo firmadas no Espírito Santo, Rio de Janeiro e também no sul do país. “O modelo de franquia para provedores de banda larga é inédito no país e estamos orgulhosos por fazer parte disso” diz Lyana Bittencourt. Fonte: Redação Grupo BITTENCOURT