Dono do St Marche, fundo L Catterton compra 40% da rede Espaço Laser

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
2017-01-23 O fundo L Catterton, que desde setembro controla a rede de mercados St Marche, o Empório Santa Maria e o Eataly, tornou-se sócio, há poucas semanas, da rede de depilação Espaço Laser. Uma holding foi criada reunindo os ativos da Espaço Laser - os brasileiros ficaram com cerca de 60% da companhia e o fundo, com 40%, apurou o Valor. O fundo não informa os valores envolvidos na transação. Uma parte dos recursos vai para a empresa e a outra, para o bolso dos sócios. A L Catterton confirma que ficou com pouco menos de 50% da nova empresa. A rede soma 130 lojas (próprias e franquias). Teve receita líquida de R$ 106 milhões em 2016, mais do que o dobro dos R$ 52 milhões do ano anterior. José Carlos Semenzato, fundador da Microlins, e a apresentadora de TV Xuxa Meneghel, que juntos tinham 50% da Espaço Laser, passaram a ser sócios da nova holding. Os demais acionistas Ygor Moura, fundador da rede, Paulo de Morais e Tito Pinto, com os outros 50%, também viraram sócios na nova holding. A transação foi fechada na última semana de dezembro e teve - assim como outras fechadas até o fim de 2016 - uma tributação menor sobre o ganho de capital. A busca por um parceiro começou no primeiro semestre de 2016, com 12 fundos. Na segunda fase, restaram cinco. E foi com o L Catterton, o maior fundo do setor de consumo do mundo, com US$ 12 bilhões em ativos, que as conversas avançaram. A Espaço Laser nega que o negócio tenha ocorrido para reduzir endividamento. "O plano é manter expansão nos próximos anos usando os recursos [do aporte] para crescimento orgânico", diz Julio Babecki, sócio da L Catterton na América Latina. Ele e outra sócia, Farah Khan, estiveram em São Paulo na semana passada. Segundo Moura, pesou favoravelmente ao acordo a parceria que a L Catterton já tem, desde 2015, com a Steiner Leisure Limited, dona da Ideal Image, que presta serviços de saúde e beleza, como depilação e aplicação de botox nos Estados Unidos. "Além da maior experiência em gestão financeira, eles já têm um conhecimento do próprio negócio", diz Moura. Um dos sócios da L Catterton é o bilionário francês Bernard Arnault, sócio do Carrefour. O fundo deve participar do processo de escolha de um novo diretor financeiro para a empresa nos próximos meses. Um conselho de administração deve ser criado, com a presença dos sócios Moura, Morais, Semenzato e um quarto membro ligado à Vinci Partners, que atuou como assessor na transação. Para o L Catterton, comprar uma fatia da Espaço Laser se justifica pelo potencial de crescimento - mais de 90% das mulheres no Brasil nas classes A e B fazem depilação a cera. Há expectativa de consolidação, abrindo espaço para a Espaço Laser aumentar participação de mercado. O faturamento do setor de franquias no segmento de beleza, saúde e esporte cresceu 8% em 2015, para R$ 24 bilhões. Além das 130 unidades em operação, outras 79 estão em fase de comercialização. Para 2017, a previsão é de abertura de 120 franquias e 35 pontos próprios. O plano prevê chegar a cerca de 400 lojas no total num prazo de três a cinco anos. Ainda faz parte dos planos, diz Semenzato, os investimentos em uma nova rede de depilação a laser, a Total Laser, focada para atender a classe C. O projeto ainda passa por testes. Sobre a saída do investimento na rede, a Catterton não comenta previsões. "Há todas as opções possíveis em contrato, desde venda da fatia a outro fundo até um IPO [abertura de capital], mas não há nada pré-definido", diz Semenzato, sócio da rede e ex-dono da Microlins. Fonte: Valor Econômico

Contato

  • contato@bcef.com.br
  • +55 11 3660-2201
  • Av. Paulista, 171 - 9 andar - Paraíso - São Paulo -SP CEP - 01311-904

Atualize-se

Portfólio

Recentes

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin