O food service mais eficiente e mais consciente

O food service mais eficiente e mais consciente

Há um setor de food service antes e outro depois dos acontecimentos dos últimos anos e isso foi algo que podemos constatar na prática com o avanço já consolidado primeiro no delivery e logística para entrega e conveniência e, agora, com as soluções encontradas para a retomada, quando houve ainda um aumento de consciência de consumo.

Toda essa temática impacta diretamente em linhas de inovação e ESG para o setor de food service, no qual a própria alimentação e hábitos de consumo tem mudado, com inserções de comidas à base de plantas, um consumo mais consciente de açúcar e alimentos altamente industrializados, além das questões de acesso e espaços, que foram transformados para otimizar e fazer valer para além do discurso.

Conhecidos como foodcourts, espaços que abrigam vários bares e restaurantes é uma das soluções encontradas para otimizar áreas e fazer com que o investimento não seja um empecilho para a volta da expansão de negócios, especialmente as franquias de alimentação. Apoiado por uma ideia de curadoria, estes espaços chamam a atenção por serem ideais para concentrar segmentos e poderem se espalhar mais facilmente por cidades como as capitais brasileiras, por exemplo. Já é algo que é uma realidade em Chicago, por exemplo, uma das cidades mais avançadas em termos de food service.

Os nichos de consumidores que vem mudando de hábitos também abrem espaço para a formulação ou mesmo chegada de novos modelos de franquias, como no caso da alimentação à base de plantas, conhecida como Plant Based. Já existem restaurantes e pratos voltados para isso fora do Brasil e fora, o que pode aumentar exponencialmente as oportunidades de crescimento do setor de franchising.

Para se ter uma ideia de como vem forte esse setor de comida à base de plantas, as estimativas contam que ele deve movimentar cerca de US$ 95 bilhões, até 2029, com um crescimento médio de 12,45% no período esperado. As franquias deverão ter um papel fundamental nessa guinada de consumo mais consciente e que hoje ajuda a salvar vidas e ecossistemas inteiros. Mais ESG do que isso, impossível e totalmente alinhado com os valores do nosso movimento pelo Franchising Consciente.

Toda essa inovação deve também tornar o setor mais especializado, muito devido às mudanças já em curso, que primeiro passaram pela questão da conveniência e agora começam a fazer parte da tomada de consciência das pessoas, seja consumidores ou mesmo de investidores, que querem fazer apostas em empreendimentos cada vez melhores para o mundo.

O foodservice tem tudo para entrar nessa nova era pronto a atender e acolher o novo, fazendo bem para as pessoas e, principalmente, para o mundo.

Se você se interessou pelo tema, é bom você saber que ele será central em um de nossos painéis dentro do BConnected, que será realizado dias 4 e 5 de outubro, no Teatro Santander, em São Paulo, no painel “FOOD DISRUPTION: O food service mais eficiente e suportado por tecnologia” com curadoria da Gouvêa Foodservice e do Grupo BITTENCOURT. 

Acesse: https://www.bconnected.com.br/ e fique por dentro na nossa Agenda do evento!

Atualize-se

Fale conosco!

Recentes